Guia De Verão em Madrid

Oiii pessoal!Para vocês que estão visitando Madrid neste verão, um pequeno guia com lugares bem bacanas ​​para visitar na cidade…restaurantes , lojas e exposições de arte:

casamono

Casa Mono (37 Tutor)
É ótimo para almoçar ou jantar,a decoração do lugar é fantástica, cheia de detalhes interessantes e diferentes. É inspirado nos restaurantes de New York  e foi desenhado por Lázaro Rosa Violan. lagabinoteca1La Gabinoteca (Fernández de la Hoz 53)

São pequenos pratos da gastronomia tradicional com um toque original.  A decoração e arquitetura do lugar também é muito especial.tartanroof

Tartan Roof (Círculo de Bellas Artes, Alcalá 42)
Muito difícil para reservar uma mesa. Tartan é um dos restaurantes do chef Javier Muñoz-Calero, também proprietário de Muñoca (bom) e Perrito Faldero.aspen

Aspen (Plaza de La Moraleja)
Este é muito longe do centro da cidade,  Aspen é um dos melhores lugares para comer e jantar . Victoria Beckham frequentava lá quando ela morava em Madrid (sua casa, com David Beckham, era neste bairro). asiananextdoor

Asiana Next Door (Travesía de San Mateo, 4)
Fusão de gastronomia asiática e peruana . O chef Jaime Renedo, que decidiu abrir uma versão mais acessível da Asiana (que compartilha a mesma cozinha com Asiana Next Door). Menu gourmet € 35.petramoraPetra Mora (Ayala 21)

Não é um restaurante, mas quase. É uma loja gourmet fundada pelos criadores de Bimba & Lola. Os produtos tem o design da embalagem que imita o estilo vintage..sushishop

Sushi Shop (1 Serrano e Génova 23)
Sushi Shop é um restaurante de sushi (obviamente) para comer lá ou levar (eles também fazem entrega em domicílio). thepatio-

O Pátio (Hortaleza, 87)
Uma loja pop-up com marcas de moda, artigos de decoração e material original, que estará aberta até outubro. Loja e restaurante.cinedeverano

Uma das melhores coisas no verão são cinemas de verão. Para assistir os últimos lançamentos ou desfrutar de velhos clássicos na tela grande.cinesdeveranomylittlemomo

My Little Momo (Lagasca 3)
Manicure e pedicure em um ambiente perfeito.jorgejuan

Calle Jorge Juan
Um lugar muito agradável para caminhar. Há muitas lojas e muitos restaurantes interessantes.

dali

Exposição Salvador Dalí no Museo Reina Sofía (Santa Isabel, 52)
Coleção magnífica de obras de Dalí (quase todas as peças, exceto esculturas). Perfeito para conhecer o trabalho do artista de uma forma completa. pissarro1

Exposição sobre Camille Pissarro no Museo Thyssen (Paseo del Prado, 8)
Monográfia da obra de um dos artistas mais importantes do impressionismo, com pinturas a óleo que retratam paisagens, principalmente.

Delícia! Amo ❤

Gostaram?

Beijinhos  🙂   Lú

fonte:missatlaplaya

Presepios no Museu e Arte Sacra

Gente! Começa hoje! O Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS/SP, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, faz um tributo às festas de fim de ano com a exposição Presépios: no museu como em casa, na qual o curador Cesar Giobbi convida um grupo de 11 pessoas, entre arquitetos, colecionadores, designers de interiores, empresários e artistas, a exibirem montagens de cenas relacionadas ao Natal, de acordo com suas respectivas visões criativas.

O convite para a curadoria da exposição foi prontamente aceito por Cesar, devido à sua forte ligação com o tema, que nele despertam memórias da infância e de rituais familiares da época de festas, algo com que muitos podem facilmente se identificar. “O presépio faz parte de minhas lembranças mais antigas e afetivas”, conta.

O pré-requisito para a escolha dos participantes foi que tivessem o hábito de montar o presépio ou que tivessem uma história de convivência com ele. A principal intenção da mostra é reproduzir no MAS/SP – uma instituição cultural pública – pequenos ambientes privados de ritual de fé e tradição.

Participam da exposição Toninho MariuttiOzley José ViaroJorge Silva e Paulo Mortari, colecionadores e aficionados do assunto, os artistas Paulo von Poser e Vic Meirelles, os arquitetos e decoradores Beatriz Pimenta CamargoJorge Elias e José Antonio de Castro Bernardes, e o designer José Marton, que aceitou o desafio de criar um presépio no jardim. O arquiteto Felippe Crescenti, além de participante, é o cenógrafo da mostra.

 

Presépios: no museu como em casa combina presépios de coleções particulares com peças cedidas pelo rico acervo do museu, como uma mesa do século XVII, uma imagem de Nossa Senhora do século XVIII e uma de Nossa Senhora de Rosário do mesmo século, um presépio de origem equatoriana do século XVII e um da Ilha da Madeira do século XVIII, por exemplo. A montagem se apresenta com uma dimensão e um jeito familiar de contar a cena do nascimento de Jesus.

Exposição: Presépios: no museu como em casa – Beatriz Pimenta Camargo, Felippe Crescenti, Jorge Elias, Jorge Silva, José Antonio de Castro Bernardes, José Marton, Ozley, Paulo Mortari, Paulo von Poser, Toninho Mariutti e Vic Meirelles.Curadoria: Cesar Giobbi.

Abertura: 27 de novembro de 2012 – quarta-feira – às 19h.Período: 28 de novembro de 2012 a 06 de janeiro de 2013

Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo – www.museuartesacra.org.br

Avenida Tiradentes, 676 – Luz, SP.Tel.: (11) 3326.5393 – agendamento/ educativo para visitas monitoradas

Horário: terça a sexta das 10h às 18h, sáb e dom das 10h às 20h.Ingresso: R$ 6,00 (estudantes pagam meia); grátis aos sábados

O curador Cesar Giobbi é jornalista há 40 anos, a maior parte deles dedicada à cultura, na imprensa escrita, eletrônica e digital. Trabalhou no Jornal da Tarde, Estadão, Gazeta Mercantil, Brasil Econômico, Metro, em revistas nacionais, nas rádios Eldorado e Bandeirantes, além dos canais de televisão Rede Gazeta, TV Cultura e Canal Rural. Edita o site CesarGiobbi.com.br. É membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte, diretor do MAM-SP e membro dos conselhos da Bienal SP, do Instituto de Arte Contemporânea e do Auditório Ibirapuera. No terceiro setor, trabalha para o Instituto Pró-Queimados.

Gostaram? Beijos 🙂 Lu

Marc Jacobs de Estilista a Dono de Livraria

Não é novidade que muitos estilistas e designers agora se dediquem também a outras atividades além da moda. Postei dia 08 sobre a Miuccia Prada e sua Fondazione Prada por exemplo.Desta vez, contudo, a novidade é livraria fashion.
Se chama BookMARC a rede de livrarias, lançada no ano passado em Nova York e Los Angeles que aterrisou nesta semana na Europa, em Paris e Londres. Uma loja conceito que oferece livros e gadgets que atendem a uma necessidade específica dos clientes da marca de luxo.
Robert Duffy, braço direito e presidente da Marc Jacobs International LLC, é responsável pela seleção de títulos e de qualquer outro item na loja. Sua filosofia é: A moda é sobre estilo de vida, tudo pode ser moda. O must é a qualidade, tudo tem que ser exclusivo e jamais banal para uma perfeita mistura de moda, arte e cultura. As prateleiras são pequenas, de poucos centímetros de profundidade, para ser mais acessível.Os livros vão desde a revolução cultural dos anos sessenta passando por fotografia de arte, moda e muito mais.Todos com edições exclusivas.

E também tudo o que não é “livro”,mas que a gente ama!:artigos de papelaria de luxo, canetas de colecionar, cadernos e porta livros decoradas à mão.
Moda e cultura, mas luxo a custo baixo. Os preços variam de 1000 €, por uma série de livros como o fotógrafo Karlheinz Weinberger com fotos de 1954-1995, a € 2 por um gadget qualquer.
A livraria parisiense está localizado no Marché Saint-Honoré (1er Paris), ao lado da boutique Marc by Marc Jacobs, enquanto a de Londres ocupa o porão da loja Marc by Marc Jacobs em South Audley Street. Próximo passo? O Oriente..Também queremos! 🙂

Então gostaram? Beijos 😉 Lu

fonte:http://www.style.it

O Novo Livro de J.K.Rowling

Essa é sem dúvida uma estratégia de carreira brilhante: escrever uma das mais viciantes e amadas séries de todos os tempos, ao longo de, digamos, 18 anos, e depois, quando o seu público fiel está finalmente crescidinho, lançar um romance adulto. O resultado é sucesso garantido.

A escritora britânica, que já vendeu mais de 450 milhões de cópias da saga de Harry Potter,o menino bruxo, cujo último volume foi lançado em 2007, pode contar com seus fãs leais para o lançamento de “The Casual Vacancy” (A Vaga Ocasional) hoje no Reino Unido ! 😦 …é a gente vai ter que esperar um pouquinho…

Os pedidos antecipados ultrapassam um milhão de cópias e os livreiros britânicos esperam que a ficção se torne a mais vendida do ano.

Falando à revista The New Yorker, Rowling falou sobre a liberdade que ela está vivendo de escrever sobre algo que não tem a pressão e a história de Harry Potter.

Ambientado em um vilarejo imaginário e cheio de intrigas políticas, muito longe do mundo mágico de Harry Potter,a história começa com a morte inesperada, aos 40 anos, de Barry Fairweather, que deixa uma vaga aberta na prefeitura do pequeno povoado de Pagford e abre uma guerra interna entre os moradores de um lugar onde a vida parecia transcorrer em harmonia.

A autora afirmou que está “orgulhosa” de seu primeiro romance para adultos, o The Casual Vacancy  e garante que será capaz de suportar as críticas negativas. Em entrevista ao jornal The Guardian, a autora escocesa, admitiu que “o pior que pode acontecer é que todo mundo diga: que ruim, deveria continuar escrevendo para crianças”.

Vamos ver… 🙂 Beijos

Exposição de Arte

A galeria Arte Aplicada expõe Ar Livre, de Marco Aurélio Rey, com curadoria de Sabina de Libman, exibindo 17 pinturas com inspiração em paisagens, tanto campestres quanto citadinas, que representam momentos ao mesmo tempo simples e mágicos captados pelo olhar do artista. Nas obras dessa série, Marco busca a essência da vida, sensações e emoções aos quais nos remetem tais cenas.A forte presença da natureza nos trabalhos do artista revela uma intensa preocupação com uma questão da vida na qual muitas vezes deixamos de pensar: o nosso futuro. Em Ar Livre, Marco Aurélio Rey pinta com o objetivo de “alertar ao mundo o que poderemos não ter, ou nossos descendentes: a vida natural”, como ele mesmo diz.Exposição                 Marco Aurélio ReyAr Livre

Curadoria                  Sabina de Libman

Abertura                    18 de agosto de 2012 – sábado – às 11h

Período                       20 de agosto a 01 de setembro de 2012

Local                          Galeria Arte Aplicada www.arteaplicada.com.br

Rua Haddock Lobo, 1406 – Tel. (11) 3064-4725

Historicidade e Arte Contemporanea

ICC lanca seu primeiro produto cultural na SP-Arte 2012

O ICC – Instituto de Cultura Contemporanea– lanca na SP-Arte 2012 o livro “Historicidade e Arte Contemporanea –Ensaios e Conversas”. A publicacao, feita em parceria com a ECA/USP e o Centro Universitario Maria Antônia, com patrocínio da Oi e MINC e apoio do Iguatemi,reune textos de onze críticos brasileiros e dois estrangeiros, que traçam consideracoes sobre a Arte Contemporanea das ultimas quatro decadas e sua producao.

Os escritos de Sonia Salzstein,Moacir dos Anjos, Tadeu Chiarelli, Paulo Venancio Filho, Caue Alves, Pedro Arantes, Thais Rivitti, Carlos Eduardo Riccioppo, Ana Luisa Dias Batista, LilianeBenetti, Laura Andreato, Thierry De Duve e Serge Guilbaut debatem uma serie de aspectos artisticos que fornecem uma visao sintetica sobre a correlacao entre a historicidade e sua importancia no segmento cultural.

Integram tambem a publicacao entrevistas com as artistas brasileiras Carmela Gross, Leda Catundae Jac Leirner e com o argentino Jorge Macchi, que colaboram para a producao de conhecimento sobre o tema. Ao longo do livro,imagens ilustram e pontuam as principais questoes em discussao, contribuindo para uma reflexao sobre o resultado da producao artistica das ultimas quatro decadas e a existencia de vinculos e linhas de continuidade entre a Arte Contemporanea e a das geracoes anteriores,na busca por uma maior compreensao a respeito da producao atual.

O material desta publicacao e resultado dos temas abordados durante o simposio “Sobre a Historicidadeda Arte Contemporanea”, realizado numa parceria entre ICC, ECA/USP e Centro Universitario Maria Antonia. No encontro, que envolveu teoricos, críticos e artistas, debateu-se a insuficiencia de pesquisas referentes a producao de Arte Contemporanea e sua influencia na producao cultural. O livro “Historicidade e Arte Contemporanea – Ensaios e Conversas” e produto desses debates.

O ICC – Instituto de Cultura Contemporanea e um instituto que fomenta, difunde, realiza e apoia acoes culturais de carater contemporaneo em artes visuais, musica, artes cenicas, vídeo e literatura, valorizando a experimentacao. Tem como objetivos estabelecer uma plataforma para discussao e articulacao de iniciativas artísticas contemporaneas, contribuindo como agente e parceiro de projetos culturais multidisciplinares nacionais e internacionais,ampliando o acesso a Arte Contemporanea como instrumento de valoracao da cidadania

Serviço:Evento:Lançamento do livro “Historicidade e Arte Contemporanea – Ensaios e Conversas”

Data:12 de maio de 2012, sábado -Horario: 15h

Local: SP-Arte 2012 – Lounge da Oi/Iguatemi – Pavilhao da Bienal – Parque do Ibirapuera, Sao Paulo